uma pirajuiense em Barcelona











bandeira1Pirajuí é uma pequena cidade de pouco mais de 20 mil habitantes no noroeste do estado de São Paulo (336,3 km da capital) fundada em 29 de março de 1915 e com população concentrada na área urbana.

Inicialmente, Pirajuí teve vocação agrícola para o café. Lavouras cafeeiras eram retratos comuns no município e também na minha infância. Meu avô paterno foi administrador da fazenda Santo Antônio do Paraíso e minha família costumava passar todos os domingos na zona rural. Das minhas lembranças de infância estão passeio por riachos, banhos em riacho e em uma pequena cachoeira da propriedade, churrascos no rio Feio, passeios a cavalo e brincadeiras na terra.

O nome Pirajuhy vem do tupi e significa rio do peixe dourado. Não por acaso, a escultura de orelhão telefônico em formato de um grande peixe é um dos cartões postais da cidade.

Depois do café, veio a ascensão da cana de açúcar, tal como em muitos municípios do estado de São Paulo. Hoje o município tem atividades de comércio, indústria, serviços (bancos) e boa parte da população trabalha nas duas penitenciárias construídas pelo governo estadual nos arredores da cidade.

Na administração do prefeito Jardel de Araújo, a cidade ganhou internet wireless gratuita e fez acordo de irmanamento com a cidade peruana Arequipa e que também vai implantar localmente o projeto de difusão de internet wireless utilizando o modelo de Pirajuí.

vitraisOs vitrais e pinturas da Igreja Nossa Senhora Aparecida são do artista italiano especializado em pinturas de mosaicos Antonio Maria Nardi. São dele, os vitrais que tanto me encantaram na minha mais recente visita lá (veja foto acima). Mais informações sobre o artista no site http://mosaicosdobrasil.tripod.com/id35.html

Para saber mais da história do município acesse o site oficial da Prefeitura http://www.pirajui.sp.gov.br



Flávio Bini Bortoloti says:

Sandra, as pinturas da igreja são de um pintor italiano de sobrenome Nardi.
O primeiro nome dele eu não lembro.
Já as pinturas da igreja matriz são de um pintor da família Paulovich, segundo um dos representantes da família me disse, o Luizinho Paulovich.
Um abraço.



sandra2010 says:

Obrigada Flávio pela informação preciosa! Eu achei mesmo impressionante ter um Portinari na cidade embora não lembrasse de pinturas religiosas do artista…A informação que eu tinha é que essas pinturas haviam sido restauradas por José Renato Bertoldi…?
Segundo o Museu Casa de Portinari, o artista participou da restauração de uma igreja em Brodoswki, SP (sua cidade natal) com pintores italianos e chegou a pintar, anos depois, uma capela para a avó na casa dos pais – a capela da Nonna – já que a velhinha não podia mais frequentar a missa.
Também pintou em capelas do Rio de Janeiro e Minas Gerais e foi fortemente influenciado pelo pintor espanhol Picasso. É dele o conjunto de obras sacras da Igreja de Batatais, cidade próxima a Brodoswki, onde nasceu. Um Portinari….quem dera…



jose renato bertoldi says:

oi, Sandra…Sou o Zé Renato. Fui eu quem realizou o trabalho de restauro de algumas das pinturas da Igreja N. Sra. Aparecida em Pirajuí, em 2002.
Somente agora que tomei conheciento do texto acima e venho urgentemente exclarecer um equívoco: o artista que pintou a Igreja se chamava Antônio Maria Nardi, italiano que estava no Rio de Janeiro nos anos 40, onde, entre outros lugares, realizou belíssimos trabalhos de pintura e que na época (auge da cafeicultura),foi trazido para Pirajuí. Quem me dera restaurar um Portinari…
Infelizmente as pessoas são muito desinformadas a respeito de arte e até hoje tem quem ache aqui na cidade que eu quem fiz as pinturas da Igreja…
Imagine! Muitos não entendem o que é restauração.
As pinturas daqui da Igeja são consideradas a fase aúrea do artista, a sua melhor fase de acordo com uma estudiosa italiana da obra do Nardi que se encontra, além da Itália, em alguns estados do Brasil.
Me orgulho de ter trabalhado nestas obras que são realmente uma verdadeira
jóia para a cidade. Você as conhece? Se puder ajudar em alguma informação estou as ordens. Até mais…



sandra2010 says:

obrigada, José Renato. Parabéns pelo seu trabalho de restauração. eu me lembro da época em que a igreja Nossa Senhora Aparecida estava em reformas. Se você ler o texto no alto da página “onde fica Pirajuí” poderá notar que a informação sobre o artista italiano Antônio Maria Nardi já foi complementada no texto…antes de viajar para Barcelona eu pesquisei sobre a vida do artista e encontrei um blog, cujo link também está no texto no alto da página. equívoco desfeito. obrigada pela colaboração! abraços.



Marlene says:

Oi Sandra, meu nome é Marlene de Oliveira. Não nasci na cidade nem conheço. Minha mãe tem uma antiga carteira de trabalho da Secretaria de agricultura do meu avô que migrou de pernambuco para trabalhar em uma fazenda de café em Pirajuí em novembro de 1933. Não encontrei referencia da fazenda, mas o contratante chama Sociedade Anonima Usina Miranda, acredito que é essa usina Miranda desativada, foi o mais próximo que cheguei. Quero conhecer a cidade onde meu avô teve a oportunidade de trabalhar e ganhar dinheiro para comprar suas terras em pernambuco. Não o conheci ele faleceu minha mãe não tinha mais de 6 anos. A ultima folha da carteira está em 1935 o resto se perdeu. Vai saber se não tenho algum parente nessa cidade? rs. Eu sou de São Paulo Capital. um forte abraço



Zé Geraldo says:

Sandra, nasci em Pongaí e passei parte da infancia em Pirajuí, na Usina Miranda(atual Santa Maria?).Moro em Santos mas adoro pesquisar coisas aí da região. Li num site que o Zé Renato restaurou obras do Portinari numa Igreja na Fazenda Santa Maria(ex-Usina Miranda)Acho que fizeram uma bela salada. Parabéns pelo blog. abraços



josé renato bertoldi says:

nossa, Zé Geraldo, que doideira, não? ainda não entendi como o Portinari entrou nessa história. imagine, Portinari em Pirajuí! mas você conheceu, né? as pinturas da Igreja Aparecida? eu é que infelizmente não conheci a Usina Miranda. estive lá uma vez mas, tinha
uns seis anos apenas. hoje ela é uma fazenda que planta cana, se não me engano. eu nasci aqui em Pirajuí e fiz um curso de restauração de pintura mural no PR. adoraria ter feito algum trabaho aí em santos. quando souber de alguma obra em andamento por aí, por favor me avise, tá bom? obrigado, Zé Renato.



Nívea Teresinha Rosa Assunção Luz says:

Oi Sandra, nasci na Usina Miranda, meu avô Narciso Rosa era farmacêutico lá na Usina.
Como ele morava lá sempre que mamãe ia ter um filho corria para a casa da mãe.
Tenho paixão por Pirajuí.Ainda volto lá!
beijo



sandra2010 says:

Nívea, eu conheço a Usina Miranda…de uma época áurea da cana de açúcar…beijo



Ernesto Pedroso says:

Oi Sandra eu nasci em Pirajuí e morei na Usina Miranda, minha familha é dessa cidade desde 1884



sandra2010 says:

Ernesto, eu também conheço a Usina Miranda…a maior da região…abraços



Edilson Aparecido Navarro says:

oi tudo bem…eu nasci na Usina Miranda e morei lá até meus 13 anos….bons tempos..tudo de bom



Heloísa R Pereira says:

Gostei da forma como todos participaram da conversa. Gente do interior tem amor à terra em que nasceu…sou tb do interior de São Paulo…
Sandra, posso usar seu espaço pra me dirigir ao Zé Renato Bertoldi?
Ótimo seu esclarecimento sobre o autor das obras. Pesquisei um pouco sobre Portinari há algum tempo e não havia encontrado nada sobre a Igreja de Pirajuí. Fiquei até curiosa!
Mas as pinturas que vi(as fotos não mostram diretamente) são bonitas.
Por que não publicam no site oficial da Prefeitura? Alias la também a informação é de que as pinturas são de Portinari, restauradas por vc, Renato.Imperdoável!
Vc continua pintando/restaurando? Tem blog?
Abraços
heloisarp.arte@gmail.com



josé renato bertoldi says:

nossa gente, que interessante mesmo esse papo, não? parece que todo mundo que nasceu na usina miranda se encontrou aqui, né? que legal seu comentário Heloísa! você sabia que os painéis pintados pelo Portinari que estavam na ONU em Nova York voltaram pro Brasil, foram restaurados e estão expostos no Teatro Municipal do Rio de Janeiro?
O Antonio Maria Nardi (italiano), que fez as pinturas(LINDÍSSIMAS) da Igreja Aparecida de Pirajuí e desenhou os vitrais tem um neto de 49 anos que mora em SC e que esteve aqui em Pirajuí há uma semana visitando a obra do avô…
foi muito legal conhecer alguem da família e
que gostou de ver as obras preservadas.
Sandra, você é de Pirajuí? sabiam que em Bologna tem pinturas incríveis do Nardi? é em Bologna tambem que mora o Andea(filho) Nardi, pai do Mauro que esteve estes dias aqui em Pirajuí. Heloísa, você é artista? me escreva, tá? abraço a todos e até…Zé Renato



roberto says:

gostaria de entrar em contato com o neto do pintor Antonio Maria Nardi, que mora aí em Pirajui. sou de Serra Negra Sp .Aqui o pintor Nardi decorou a matriz e queroro homenajea-lo
pelo 50 anos da pintura , gostaria com a presença de alugum dos familiares meu te.(19) 38924585



roberto says:

Heloisa, sou de Serra Negra SP – site: serranegra.com.br – Tinha seis anos de idade quando conheci o pintor Antonio Maria Nardi, isto em 1961- ele decorou a Martriz N.S. do Rosário, quero homenajeá-lo pelo cinquentenário de sua pintura. Gostaria da presença de seus netos, o de SC e o Mauro. Por gentileza enviar endereço. E-mail robertopubli@hotmail.com, deste já o meu agradecimento- Roberto Michelon



roberto says:

Renato por gentileza , preciso do endereço dos netos do pintor Antonio Maria Nardi.
deste já meu agradecimento.
robertopubli@hotmail.co,



jose maria santana says:

meu nome e jose maria santana eu naci em pirajui no distrito de sao luis do guaricanga ao lado da usina miranada e fui batizado na igreja matris ns aparecida so primo do ja falecido prefeito neguito a mae dele era irma do meu pai o nome dele era eucrides ferras de camargo eu tenho hoje 64 anos um abraco



hoje eu moro em itapema santa catarina



Queridos (as) é com muta alegria e emoção que leio tal comentarios, esse lugar que nos referimos ( usina Miranda e Pirajui) é magico, hj tenho meu pai falecido ( Helio Santana filho D Seu lindolfo) mas não consigo deixar de ir a essa cidade e passar pela usina( e olha vou mais que uma vez por ano), quem diria até compramos uma chacara ai para nao incomodar ninguem rsrsrs,eu venho aqui entregar os meu sinsero respeito e amor por essa terra e por todas essas pessoas que vivem e viveram ai.Parabens !!!



Zeni Brandão Moura says:

Nasci na Usina Miranda, sai de lá com 15 anos. Não queria jamais sair de la, mas não houve jeito, a crise na época era brava.
Tenho boas recordações. Tive uma infância e adolescência maravilhosa.
Saudades.



Jordânia says:

Olá sou de Pirajuí adorei encontar aki tb pessoas q msm longe se
lembram da nossa cidade ..
beijos a todos..



meu nome e jose maria santana sou primo do ja falecido neguito a mae dele era irma do meu pai meu pai se chamava dorcelino jose santana naci en sao lies do guaricana ao lado da uzina miranda municipio de presidente alves poi a uzina miranda nao e no municipio de pirajui mas sin de presidenta alves mas fui criado en pirajui gostaria de rever meus parentes hoge moro en itapema santa catarina se algue for meu parente da familha santana ou camargo ai vai meu email jms1947@gmail.com abraco atodos



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

et cetera
%d blogueiros gostam disto: